Sistema de Flexão e Distração

O sistema de Flexão-distração foi desenvolvido por Cox nos Estados Unidos e aprimorado por Eckard. O paciente permanece deitado durante o tratamento, a mesa é capaz de ser ajustada à posição antálgica para que o tratamento seja completamente indolor. Inicia-se a flexão-distração por 5 minutos e este tempo vai se estendendo à medida que evoluir o tratamento chegando a 15 minutos. Hoje o sistema de Flexão-distração é sem sombras de dúvidas, um dos mais eficientes sistemas para tratamento de patologias lombares, dentre elas a hérnia discal, artrose, espondilolisteses, discartroses e mais alguns tipos de lombalgias. Nesta mesa, aplica-se uma força de descompressão associada à flexão da coluna vertebral exatamente no nível a ser tratado.

Entre os efeitos desta técnica estão:

  • O espaço do disco posterior aumenta em altura;
  • A flexão diminui a protrusão do disco e reduz a estenose;
  • A flexão alonga o ligamento amarelo para reduzir a estenose;
  • A flexão abre o canal vertebral em 2mm (16%) ou 3,5 mm à 6mm;
  • A flexão aumenta a nutrição e o transporte de metabólitos para o disco;
  • A flexão abre as articulações apofisárias e reduz a tensão no disco posterior;
  • A pressão intradisco cai sob a tração para menos de 100mmHg.

Na extensão o núcleo projeta-se anteriormente reduzindo a protusão aumentando o canal vertebral; Abertura dos forames intervertebrais, dando espaço para o nervo e gânglios da raiz dorsal;

Diminuição do edema local; Diminuição da dor por ativação do sistema de comportas. Recente pesquisa publicada na revista BMC Musculoskeletal Disorders mostrou que 76% dos pacientes com hérnia de disco melhoraram dos sintomas. E que, dos 57 pacientes envolvidos na pesquisa, apenas 2 tiveram que passar por cirurgia. Em estudos publicados nas revistas Reomatology International Journal e Journal of Orthopaedic & Sports Physical Therapy concluíram que a flexão-distração ajuda a melhorar os sintomas produzidos por discos herniados.